IR termina dia 28 prazo para empresas repassarem comprovante de rendimento a empregados

23/02/2011 às 13:33 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

22/02/2011 – IR: termina dia 28 prazo para empresas repassarem comprovante de rendimento a empregados. (Notícias Agência Brasil – ABr)

Brasília – Termina na próxima segunda-feira (28), o prazo para as empresas e pessoas físicas que fizeram pagamentos com retenção de imposto em 2010 entregarem a Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf) à Receita Federal. O prazo é o mesmo para as empresas entregarem o Comprovante de Rendimentos aos trabalhadores.

Segundo à Receita, as pessoas jurídicas que deixarem de apresentar a declaração estão sujeitas à multa mínima de R$ 500. Para as empresas do Simples e as inativas a multa mínima é de R$ 200. No caso do Comprovante de Rendimento, a penalidade é uma de R$ 41,43 por documento.

As informações são importante para o contribuinte preencher e enviar a declaração do IRPF. O prazo de entrega começa em 1º de março e termina em 29 de abril. A transmissão das informações sobre retenção de imposto só pode ser feita pela página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br).

Anúncios

Novo preço do pedágio não muda isenção para moradores do Sul de Palhoça

23/02/2011 às 13:27 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Veículos cadastrados continuam isentos do pagamento

Sâmia Frantz | samia.frantz

Ao sair de casa motorizado, hoje, para cruzar as praças de pedágio da BR-101, lembre-se de que a tarifa aumentou. Desde a 0h, para automóveis, o aumento é de R$ 1,20 para R$ 1,40. O aumento da tarifa do pedágio na BR-101, hoje, em Santa Catarina, não deve representar mudança aos 2.215 veículos cadastrados para não pagar a tarifa na praça de Palhoça.

A informação, repassada pelo prefeito, Ronério Heiderscheidt, é de que esses usuários, todos moradores da região Sul da cidade, podem ficar despreocupados, porque a isenção permanecerá igual.

– A única mudança ocorre entre a prefeitura e a Autopista Litoral Sul, que administra a rodovia. A verba repassada, que garante a isenção, deve aumentar, de acordo com o reajuste – explicou.

O valor da tarifa sobe à 0h de hoje, de R$ 1,20 para R$ 1,40, para automóveis. Para garantir a isenção, a prefeitura de Palhoça liberava a concessionária do pagamento do Imposto Sobre Serviço (ISS) e repassava outros R$ 15 mil do orçamento, para garantir 25 mil passagens gratuitas por mês.

Agora, com o reajuste, o percentual de aumento sobe na mesma proporção – para R$ 35 mil, que também garante as 25 mil passagens. A isenção do pedágio de Palhoça começou em junho do ano passado. O pedágio começou a ser cobrado em 22 de fevereiro de 2009 e sofre aumento a cada aniversário. Desde o início da cobrança, a tarifa já aumentou 27,3%.

Os novos valores

Automóvel, caminhonete e furgão (2 eixos) – R$ 1,40
Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão (2 eixos) – R$ 2,80
Automóvel com semirreboque e caminhonete com semirreboque (3 eixos) – R$ 2,10
Caminhão, caminhão-trator com semirreboque e ônibus (3 eixos) – R$ 4,20
Automóvel com reboque e caminhonete com reboque (4 eixos) – R$ 2,80
Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (4 eixos) – R$ 5,60
Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (5 eixos) – R$ 7,00
Caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque (6 eixos) – R$ 8,40
Motocicletas, motonetas e bicicletas a motor (2 eixos) – R$ 0,70

HORA DE SANTA CATARINA

Salto no crescimento

23/02/2011 às 12:13 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Microcrédito auxilia quem quer investir na própria empresa. No Estado, cerca de 40 mil pessoas já possuem empréstimos

por Portal Economia SC

O sonho de se tornar "seu próprio patrão" pode estar mais perto do que se imagina, e em Santa Catarina muitos já descobriram o segredo. Atualmente cerca de 40 mil pessoas possuem empréstimos efetivados através do microcrédito no Estado, com o objetivo de obter capital para criar ou aprimorar sua empresa.

Este modelo de crédito existe no mundo inteiro e é voltado para pequenos empreendedores, formais ou informais. O valor dos empréstimos pode variar entre R$200,00 e R$15 mil a juros de no máximo 3,9% ao mês, conforme o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO). Este valor pode não parecer tão baixo, mas pequenos empreendedores (especialmente os informais) têm dificuldade em obter empréstimos nos bancos tradicionais e acabam optando por créditos pessoais, que podem chegar a até 18,68% ao mês segundo o Banco Central.

O dinheiro pode ser usado tanto para a criação de um negócio quanto para a sua ampliação e formação de capital de giro. A devolução neste último caso, geralmente deve ocorrer em um ano, mas o prazo pode variar entre 6 e 24 meses.

Operação Facilitada

De acordo com o Gestor de Microcrédito do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae), Carlos Armando Carreirão, o principal diferencial deste modelo de crédito é a metodologia aplicada para a concessão do empréstimo. "Uma visita obrigatória é feita pelo agente de crédito, onde o capital social do empreendedor é analisado, ou seja, se verifica quem é o indivíduo e como ele se relaciona na comunidade" explica Carreirão.

Além disso, o agente também pode prestar orientação financeira, ensinando o empreendedor a apresentar os números da empresa de forma ordenada, o que ocorre naturalmente através da própria entrevista, segundo o gestor de microcrédito.

Cada uma das 19 instituições de financiamento em Santa Catarina possui suas próprias exigências, mas elas geralmente englobam ter o nome limpo no SPC e SEREASA. Apesar disso, é menos burocrático e consequentemente mais rápido que obter empréstimos de bancos e raramente necessitam de garantias patrimoniais.

Criação de negócios

Para a abertura de empresas o processo é um pouco mais difícil. Os bancos tradicionais não costumam investir e as organizações de microcrédito são mais cautelosas. Segundo Carreirão, o ideal é apresentar um plano de negócios detalhado.

Nessa situação o Sebrae também pode ajudar com a análise do plano de negócios, e através de palestras e cursos para que o futuro empreendedor possa organizar melhor suas idéias. "Nosso papel é fazê-lo dar um salto no crescimento", afirma o gestor de microcréditos.

Crescimento no número de microcréditos

Apesar dos 40 mil empréstimos, este número corresponde a apenas 10% do mercado potencial do Estado. E a quantidade de concessões de microcréditos deve aumentar ainda mais se a proposta do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, for colocada em prática. O governador afirma que pretende estabelecer um programa de microcrédito sem a cobrança de juros.

"O Brasil está passando por um momento de pleno emprego e consumo, e há espaço no mercado para novos produtos para as classes mais baixas, ainda mais se o projeto do governador for efetivado" afirma Carreirão, justificando a tendência de aumento na concessão de microcréditos.

Existem também cidades em que a prefeitura organiza projetos de incentivo às micro e pequenas empresas. É o caso de Tunápolis, cidade do oeste de Santa Catarina, onde através do projeto Pró-Empresa, créditos de até R$10 mil são dados aos empreendedores, e os juros são pagos pela prefeitura. Em 2010 foram 29 empresas beneficiadas e que também puderam contar com uma consultoria gratuita do Sebrae. O programa na cidade continuará em 2011.

lais

Faltam 5 dias para a entrega da DASN-SIMEI

23/02/2011 às 12:13 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Vence em 28/02/2011 o prazo de entrega da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI), para os empreendedores inscritos até 31/12/2010.

A entrega em atraso sujeita o empreendedor a multa no montante de 2% do valor dos tributos declarados, sendo a multa minima de R$ 50,00.

Até 17/02/2011 372.891 MEI haviam apresentado a DASN-SIMEI, representando 46% do total de obrigados à entrega.

Fonte: RFB

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.